Arquivo da tag: resenha

Wiener Dog – Todd Solondz (2016)

Todd Solondz é responsável por algumas das melhores comédias de humor negro do cinema americano contemporâneo, diretor de filmes como Bem-Vindo à Casa de Bonecas (1995) e do que talvez seja sua obra-prima Felicidade (1998), todos filmes que tocam em profundos estigmas da sociedade … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Cinema Americano, Cinema Estadunidense, Cinema Estadunidense | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Deus da Carnificina – Roman Polanski (2011)

Eu não sabia o que pensar desse filme, deixei passar em 2011 por alguma razão,  e depois ele ficou naquele limbo das listas de Para Ver, naquelas pastas obscuras de torrents de anos atrás, e por muito tempo confesso que ele ficou … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Cinema Americano, Uncategorized | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Imperador Ketchup – Shuji Terayama (1971)

Por Gabriel Dominato Numa primeira vez, ao assistirem a obra de Shuji Terayama, os olhares estarrecidos da platéia costumam julgar o filme como apologético à violência ou abusos sexuais. Penso estarem todos errados. Em 1971, o mundo havia sofrido uma revolução … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Cinema Asiático, Cinema japonês, Uncategorized | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flores Partidas – Jim Jarmusch (2005)

Por Gabriel Dominato É inegável que a forma como Jim Jarmusch aborda o amor tem um apelo todo especial para qualquer cinéfilo. Há algo que tange dimensões onde dificilmente outros filmes adentram. Neste Flores Partidas (2005), o diretor de Estranhos … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Cinema Americano | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Paris, Texas – Wim Wenders (1984)

Por Gabriel Dominato Não são muitas vezes que uma obra cinematográfica consegue o estatuto de Obra de Arte Total, cunhado pelo alemão Richard Wagner, que se refere a uma obra capaz de reunir teatro, música e artes plásticas. O filme, … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Cinema Americano, Cinema Estadunidense | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Only Lovers Left Alive – Jim Jarmusch (2013)

Por Thiago Vieira Jim Jarmusch é um diretor com um estilo único que se destaca. Desde os anos 80 tem revolucionado o cinema Indie americano. Considerada por muita sua obra prima, Stranger Than Paradise é um filme impregnado por esse … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Cinema Americano, Cinema Estadunidense | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O Passado – Asghar Farhadi (2013)

Por Maicon Firmiano “Quando duas pessoas se encontram após quatro anos e começam a brigar é porque ainda há coisas a resolver.” Dois personagens em quadro. Se olham, se cumprimentam, e sorriem. Quando começam a conversar, a comunicação não acontece … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Cinema do Oriente Médio, Cinema Iraniano | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário