Eu Não Quero Voltar Sozinho (2010) – Daniel Ribeiro

Por Samuel Costa

Em 2008 o diretor Daniel Ribeiro já havia realizado um ótimo trabalho com o curta Café com Leite que ganhou o Urso de Cristal em Berlim entre outros prêmios. Em 2010 ele dirige um novo curta de sucesso, cujo a repercussão foi tão grande quanto o de 2008, Eu Não Quero Voltar Sozinho (2010) é belíssimo, concorreu em diferentes categorias de diversos festivais e levou vários prêmios também. Só no 3º Festival Paulínia de Cinema de 2010 levou o Troféu Menina de Ouro de Melhor Filme de Curta Metragem do Júri Oficial, do Júri Popular, Prêmio da Crítica e o Troféu Menina de Ouro de Melhor Roteiro. Com esses dois curtas Ribeiro se destaca como um grande nome do cinema nacional atual.

O trabalho de Ribeiro em Eu Não Quero Voltar Sozinho foi muito aprimorado, atento tanto aos detalhes da trama quanto aos técnicos. Roteiro, atuações, fotografia, trilha sonora, o filme apresenta uma grande sintonia.  A história é sobre dois amigos de classe, Leonardo (Guilherme Lobo) e Giovana (Tess Amorim), que são melhores amigos. Gabriel (Fabio Audi) é aluno novo na escola e assim que chega ele faz amizade com Léo e Giovana. Daí em diante os dois meninos vão se aproximar cada vez mais, e aos poucos vão descobrir melhor sobre seus sentimentos e sexualidade.

O filme fala sobre diversidade e a forma como isso é tratado é fantástica. Léo é um personagem cego, e arrisco dizer que de todos os trabalhos de cinema que já vi, acredito este ser o que melhor trata essa temática sem moralismo ou medo de estar fora do “politicamente correto”. O personagem é tratado como qualquer outro ser humano que tem suas diferenças e especificídades, ou seja, todos nós. Podemos ver isso nas cenas onde eles brincam de se esconder ou quando Gabriel pergunta para Léo “Você sempre foi assim?” e este responde com outra pergunta “Assim como? Moreno?… Ou cego?”.

A forma como o roteiro é desenvolvido é muito sensível e delicado, fazendo com que fiquemos emocionalmente grudados na história. Uma das qualidades que eu mais valorizo no cinema é a capacidade de transmitir sentimentos à quem assiste, e este curta é sutilmente bom nisso. Não é o tipo de filme que faz você chorar desesperadamente, ficar triste, ou sentir qualquer sentimento extremo, mas passa um clima bastante suave e positivo de entrosamento com quem assiste.

As atuações são um show, os três jovens atores transparecem uma grande e harmoniosa relação sinérgica tanto entre eles quanto com quem está fora da tela, e os papéis não são fáceis. Guilherme teve de aprender a incorporar um personagem cego e Tess e Fabio a forma como se relacionar com ele. Depois vem a questão da sexualidade, algo que pode estar deixando de ser um tabu, mas que quando se trata de homossexualidade ainda temos muitos preconceitos a ultrapassar. Um filme bastante humano ao tratar das relações, das diferenças e, sobretudo, da igualdade, ou seja, no fim das contas todos somos seres humanos.

A fotografia também é belíssima, esbanja de tons opacos, frios e acinzentados e na trilha sonora se destaca a canção Janta interpretada por Marcelo Camelo e Malu Magalhães. A parte técnica está totalmente a favor do clima do filme.

Um belo trabalho de pouca duração, mas com a grandiosidade de qualquer bom longa metragem, direto no que diz respeito à dualidade entre as diferenças e a unidade humana. Somos diferentes e somos iguais! Esperemos atentamente agora por mais trabalhos dessa grande equipe que fizeram de Eu Não Quero Voltar Sozinho um ótimo filme.

Anúncios
Esse post foi publicado em Cinema, Cinema Brasileiro e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s